sábado, 28 de janeiro de 2017

SUA OFERTA É ACEITÁVEL?


Gn 4:3-7 - E aconteceu ao cabo de dias que Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao Senhor. E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas, e da sua gordura; e atentou o Senhor para Abel e para a sua oferta. Mas para Caim e para a sua oferta não atentou. E irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o semblante. E o Senhor disse a Caim: Por que te iraste? E por que descaiu o teu semblante? Se bem fizeres, não é certo que serás aceito? E se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo, mas sobre ele deves dominar.

O relacionamento entre o homem e Deus sempre se baseou na obediência a todos os mandamentos divinos, inclusive os relativos aos dízimos e ofertas. Quando o homem adorava a Deus com seus dízimos e ofertas, Ele derramava abundantemente as suas bênçãos sobre o ofertante e o fazia prosperar.

Há um significado espiritual de entrega na apresentação da oferta ao Senhor. Isso foi, e é o aspecto mais importante da vida de um cristão. Não só a oferta em si era importante, mas também a maneira como era apresentada.

Deus revelou a Adão em algum momento, a atitude correta ao ofertar, o tipo de oferta, o tempo certo para fazer essa entrega e o que cada oferta representava no tempo designado. Caim e Abel apresentaram suas ofertas ao Senhor. Caim apresentou uma oferta que era fruto da terra, ao passo em que Abel ofereceu o melhor que possuía: o primogênito do rebanho. E Deus aceitou a oferta de Abel, mais rejeitou a de Caim. Por que?

  • A OFERTA DE CAIM – era apenas um sacrifício de agradecimento, e não um sacrifício de expiação. Não houve da parte dele humildade, arrependimento e confissão de pecado. 
  • A OFERTA DE ABEL – Este apresentou-se a Deus com um sacrifício de expiação. Ele ofereceu o melhor de tudo o que possuía. Não trouxe consigo um cordeiro doente, paralítico ou maculado, mas selecionou o melhor de seu rebanho e o sacrificou no altar de adoração. A atitude de Abel demonstrava o reconhecimento de que ele se via como um pecador, sujeito à ira divina. E assim, pela fé, buscava a misericórdia de Deus. Esta oferta foi aceita por Deus porque havia sido apresentada com fé.

Hb 11:4 - Pela fé Abel ofereceu a Deus um sacrifício superior ao de Caim. Pela fé ele foi reconhecido como justo, quando Deus aceitou sua oferta.

As ofertas entregues a Deus são parte do nosso relacionamento com Ele. Por isso é fundamental considerar como estamos ofertando, assim como o que temos entregue ao Senhor – pois isso determina se ela será ou não aceita por Ele.

Deus deseja receber ofertas voluntárias, dadas de coração e por amor a Ele, não por insistência de alguém.

2 Co 9:7 - Cada um dê conforme determinou o seu coração, não com pesar ou por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria.

Você costuma reter suas ofertas? Contribui apenas por dever ou porque se sente pressionado a fazer? Deus quer que você renove o seu relacionamento com Ele e passe a adora-lo voluntariamente e com alegria, oferecendo-lhe o melhor de tudo o que Ele mesmo lhe deu.

Para que as ofertas possam ser aceitáveis para Deus elas precisam ser entregues com liberdade, sem reservas e com reverência ao que Ele é, e reconhecimento ao o que Ele fez por nós.

Luciana Barros