terça-feira, 2 de agosto de 2016

O QUE AGRADA O CORAÇÃO DE DEUS


Toda pessoa que quer achar graça aos olhos de Deus, que quer agradar o Seu coração precisa compreender que o caminho à ser trilhado para se alcançar este padrão é a obediência aos princípios da Palavra e a fidelidade.

Pv 3:1 - “ Filho meu não te esqueças dos meus ensinos, e o teu coração guarde os meus mandamentos.” 

Pv 3:3 a 5 - “Não te desamparem a benignidade e a fidelidade; ata-as ao teu pescoço, escreve-as na tábua do teu coração e acharás graça e boa compreensão diante de Deus e dos homens. Confia no Senhor de todo o teu coração e não te escribes no teu próprio entendimento. 

Pv 3:9 a 10 - “Honra ao Senhor com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda; e se encherão fartamente os teus celeiros, e transbordaram os teus lagares”.

Vemos nesses versículos Deus nos alertando sobre a importância de não esquecermos os seus ensinos, de guardarmos os seus mandamentos e sermos fiéis. A Palavra mostra o que acontece com se posiciona desta forma.

Todos querem a benção de ter seus celeiros cheios e seus lagares transbordantes, mas para que isso aconteça é necessário caminhar em fidelidade a Deus nos dízimos, ofertas e primícias. 

O texto em estudo fala de atar a fidelidade e a benignidade ao pescoço. A palavra atar significa amarrar, unir, prender. Isso nos ensina que a fidelidade tem que ser uma marca em nossas vidas - precisamos ser fiéis em tudo que fizermos. 

Pv 28:20 - "O homem fiel gozará de abundantes bênçãos; mas o que se apressa a enriquecer não ficará impune." 

Nem todas as pessoas gostam de usar colar no pescoço - alguns acham que incomoda, outros desenvolvem alergia. Mas há aqueles que não sabem viver sem um adorno deste no pescoço. 

Deus faz esse paralelo por saber que não será fácil para todos andar em fidelidade. Algumas pessoas se sentirão incomodadas, outras serão encontradas fiéis quando estiver sobrando recursos e outros, terão dificuldade nenhuma, pois possuem um coração liberal. 

Quando decidimos andar em fidelidade mesmo nos momentos difíceis, achamos graça aos olhos de Deus e dos homens. O Senhor é que faz acontecer em nossas vidas o cumprimento das promessas. 

Dt 28:11 a 13 - “O Senhor te dará abundância de bens no fruto do teu ventre, no fruto dos teus animais e no fruto do teu solo, na terra que o Senhor, sob juramento a teus pais, prometeu dar-te. O Senhor te abrirá o seu bom tesouro, o céu, para dar chuva à tua terra no seu tempo e para abençoar toda obra das tuas mãos, emprestarás a muitas gentes, porém tu não tomará emprestado. O Senhor te porá por cabeça e não por cauda, e só estarás em cima e não embaixo, se obedeceres aos mandamentos do Senhor, teu Deus, que hoje te ordeno, para os guardar e cumprir”. 

Quando somos obedientes e fiéis os homens vêem em nossas vidas a fidelidade de Deus. Por isso o versículo diz que aquele que ata a fidelidade e a benignidade ao seu pescoço e no seu coração será reconhecido diante de Deus e dos homens.
Hoje o Senhor quer se agradar de nós e derramar bênçãos extravagantes sobre as nossas vidas, mas precisamos chamar Sua atenção com a nossa fidelidade na devolução dos dízimos, na entrega das ofertas e primícias. Somos desafiados a atrair a atenção do Pai através da nossa fidelidade.

Djanéia Mendonça