quarta-feira, 3 de agosto de 2016

VOCÊ RECEBE AQUILO QUE DÁ


Dê o seu melhor ao Senhor e veja como Ele lhe devolverá uma medida superabundante. Não tenha medo de “perder” nada para Ele.

Deus sempre lhe dará o que precisa quando você entregar à Ele justamente o melhor que puder e aquilo que julga ser a sua necessidade. Algumas ofertas na Bíblia são de fato marcantes, pois seus protagonistas deram justamente o melhor que tinham e que representava o que precisavam no momento em que ofertaram.

Todos nós temos necessidades, e embora elas se diferenciem em alguns pontos particulares, podemos perceber que a maioria de nós luta para suprir três áreas fundamentais:

  • Recursos financeiros;
  • Família;
  • Quitação de dívidas.
Pode não fazer sentido, mas algumas pessoas na Bíblia entregaram justamente o objeto de sua necessidade à Deus, para gerar aquilo que não tinham e alcançar o cumprimento da promessa.

1Sm 1.11 - "e fez um voto, dizendo: ó Senhor dos exércitos! se deveras atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva não te esqueceres, mas lhe deres um filho varão, ao Senhor o darei por todos os dias da sua vida, e pela sua cabeça não passará navalha".
 

Ana queria ter um filho, então, antes mesmo de engravidar ela o ofertou a Deus. O Senhor concedeu-lhe a oportunidade de ter Samuel e depois, outros cinco filhos além deste.

1Rs 17.12  - "Ela, porém, respondeu: Vive o Senhor teu Deus, que não tenho nem um bolo, senão somente um punhado de farinha na vasilha, e um pouco de azeite na botija; e eis que estou apanhando uns dois gravetos, para ir prepará-lo para mim e para meu filho, a fim de que o comamos, e morramos".
 

A viúva de Sarepta tinha somente um punhado de farinha e um pouco de azeite. Toda vez que Deus quiser levá-lo a ter uma experiência nova, Ele não se posicionará como quem sente dó de você. Esta mulher viveu uma experiência sobrenatural porque da comida que lhe faltava, alimentou o profeta Elias. Daquilo que precisava ela deu o melhor e conquistou para sua casa uma provisão fora de série.

Jo 6.9 - Está aqui um rapaz que tem cinco pães de cevada e dois peixinhos; mas que é isto para tantos?
 

A Bíblia mostra uma multidão de quase cinco mil homens que seguiam a Jesus, eles estavam famintos e os discípulos de Jesus preferiam despedí-los. O mestre confrontou seus discípulos, pois Ele sempre sabe o que fazer na hora da nossa necessidade.

Jesus ouviu palavras de incredulidade porque seus discípulos simplesmente não reconheciam o Seu poder. Tem gente que não se dá conta do que Jesus está fazendo, não reconhece a presença dele. Você tem se dado conta de que o mesmo Deus que operou na sua vida uma, duas, dez vezes continua agindo agora?


Todas as vezes que ofertarmos aquilo de que precisamos, isso voltará para a nossa vida multiplicado, pois o Senhor responde além da nossa necessidade. Jesus pegou aqueles cinco pães e dois peixes, que aparentemente não eram nada, e transformou em alimento para milhares de pessoas. 


Aí está a chave – quando nos desprendemos daquilo que não é suficiente para nós e colocamos nas mão de Deus, a autossuficiência dele vem sobre a nossa oferta e transforma todo o histórico de crise. Não coloque no dinheiro seu foco principal e nem sua sua confiança. Não deixe que seus recursos financeiros substituam Deus em sua vida.

Muitas vezes você semeia mas não colhe porque sua boca rejeita aquilo que você quer. Precisamos chamar à existência aquilo que necessitamos.


Que essa palavra lhe leve a outro nível de compreensão acerca dos dízimos e ofertas, e que você compreenda que precisa semear pois v
ocê só recebe aquilo que dá.

Luciane da Cunha Nogueira